13 de setembro de 2017
  

Abertura solene reuniu os presidentes da Ahseb, Febase e Sindhosba, que comemoraram o fato de o evento ganhar dimensão este ano

A abertura do VI Fórum Jurídico da Saúde na Bahia foi bem simbólica; representou o novo posicionamento do evento, com ampliação das temáticas e de público. Na mesa solene, os três presidentes das entidades realizadoras destacaram a importância da parceria para ampliação dos debates sobre a Saúde Suplementar e os desafios dos que atuam no setor.

O presidente do Sindhosba, Raimundo Correia, foi o primeiro a falar: “Todos trabalhamos juntos para melhorar o destino da saúde nos hospitais baianos. Passamos por dificuldades e nunca se viu uma confusão tão grande no cenário do país, em todos os setores, econômico, político, administrativo”, disse.

O presidente da Febase e vice da CNS, Marcelo Britto, ressaltou o formato diferente e bem interessante que foi pensado, abarcando diferentes abordagens, desde a reforma trabalhista no foco do trabalhador, até a judicialização da saúde. “É função das entidades suscitar o debate e ouvir até os pontos de vista contrários”, acrescentou ao lembrar que o segmento congrega mão de obra intensiva em regime de 24×7, que se expõe a uma questão trabalhista de forma intensa ao tempo em que lidar com vidas humanas, o que também interfere nas relações cível e de consumidor.

Já o presidente da Ahseb, Mauro Duran Adan, atentou para a atual situação de crise que impacta nas instituições. “É importante levantarmos as discussões que estão sendo promovidas aqui para termos mais conhecimento e aprofundamento. Vamos tratar de assuntos jurídicos de um segmento que representa 10% do Produto Interno Bruto, emprega mais de 4 milhões de pessoas e que hoje passa por dificuldades especificas”.

O presidente da CNS, Tércio Kasten, que se fez presente, brindou o momento e elogiou a iniciativa desejando que o fórum seja cada vez mais enriquecido com temas cada vez mais importantes. “A situação é desafiante, nunca mais vamos esquecer dos advogados (risos).Parabenizo a organização pelo temário rico como a cultura da Bahia”.

O presidente da Fecomércio, Carlos Andrade, destacou os temas escolhidos por serem da mais alta importância. “A iniciativa chega em boa hora, sobretudo para a área de saúde, que é tão castigada”, disse, apresentado logo após a fala, dois vídeos institucionais.

O VI Fórum Jurídico da Saúde na Bahia é a junção do Fórum de Relações Trabalhistas e do Fórum de Direito Aplicado em Saúde, antes organizados pelo Sindhosba e Febase, respectivamente. Este ano, de forma inédita, as entidades resolveram juntar forças numa programação única que tem como objetivo discutir as recentes alterações legislativas e as novas temáticas do Direito que impactam na Saúde Suplementar, tentando aproximar o universo jurídico do da Saúde Suplementar. A Ahseb também participou da parceria como realizadora.