CNS ELENCA PONTOS POSITIVOS DA NOVA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

Regularização da jornada 12x36, contemplada em novo texto da Reforma Trabalhista, é comemorada pela Confederação Nacional da Saúde.

 

Brasília, 13/07/2017. A Reforma Trabalhista, sancionada nesta quinta-feira (13), pelo presidente Michel Temer, representa uma importante vitória para a Confederação Nacional de Saúde e entidades que lutam há mais de 3 décadas pela regularização da jornada 12x36.

 

Antes, a regra limitava a jornada em 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais. A nova legislação permite uma jornada diária de 12 horas, com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais. Com a sanção da reforma trabalhista, a jornada 12x36, que é amplamente aceita no país e de extrema importância para o bom atendimento nos hospitais, além de ganhar respaldo jurídico, possibilitará aos profissionais maior tempo de descanso.

 

Para a CNS, a reforma significa, entre tantas outras conquistas, um importante passo rumo à competitividade e a segurança jurídica nas relações de trabalho. Para Tércio Kasten, presidente da CNS, a aprovação do novo texto significa uma importante etapa na direção do aprimoramento das relações do trabalho na área da saúde.

 

A segurança jurídica da realização da jornada de trabalho com horário especial de 12x36 horas não reflete somente nas melhorias das condições de trabalho dos empregados em seus estabelecimentos de saúde, mas principalmente, e com maior relevância, no acesso com segurança, do cidadão brasileiro aos nossos serviços assistenciais de saúde.”

 

A jornada 12x36 não afeta em nada a saúde do trabalhador. Pelo contrário. A modalidade de contratação traz inúmeras vantagens, como por exemplo, longos períodos de descanso e, consequentemente, maior dedicação dos empregados durante o trabalho.

 

Durante a cerimônia de Sanção da Lei de Modernização Trabalhista, a CNS foi representada pela diretora executiva, Simone Costa e pela assessora parlamentar Dulce Tiné.

As novas regras entrarão em vigor daqui a quatro meses, conforme previsto na nova legislação.