27 de agosto de 2017
                 

Federação realiza o VI Congresso Brasileiro FENAESS, em Fortaleza

O VI Congresso Brasileiro FENAESS foi aberto oficialmente na tarde desta quinta-feira (24/08), no Hotel Seara Convention Center, em Fortaleza. Promovido pela Federação Nacional dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Fenaess) e pela Escola Nacional de Ensino em Serviços de Saúde (Enaess) e realizado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará (Sindessec), o evento reuniu autoridades, gestores e profissionais do setor saúde e estudantes.

Na solenidade, fizeram parte da mesa de abertura o presidente da Fenaess, Dr. Breno Monteiro; o presidente do congresso e do Sindessec, Dr. Luiz Aramicy Pinto; o presidente da Confederação Nacional de Saúde (CNS), Dr. Tércio Kasten; o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Dr. Ricardo Cueva; a secretária municipal de saúde, Dra. Joana Maciel; o presidente do Conselho Administrativo da Anahp, Dr. Francisco Balestrin; e o presidente da Associação de Prefeitos do Ceará, Dr. Claudio Pinto.

Na sua mensagem de abertura, Dr. Aramicy Pinto, presidente do Sindessec, falou sobre o cenário atual da saúde em nosso país e da importância de realizar eventos, como o congresso, para debater questões que auxiliem na busca por melhorias no setor. Em seguida, a palavra foi passada ao presidente da Fenaess, Dr. Breno Monteiro, que destacou temas pertinentes abordados na programação do evento, como a Judicialização da Saúde e a Modernização da Reforma Trabalhista, fundamentais para ajudar a entender alguns obstáculos que os gestores de saúde enfrentam em seus estabelecimentos.

Após a solenidade, o segundo momento do congresso foi marcado pela entrega da Comenda Francisco Ubiratan Dellape à médica, Dra. Waleska Santos, criadora e fundadora da Hospitalar Feira + Fórum. Foi exibido um vídeo apresentando a relação da homenageada com a Federação, mostrando que esta parceria surgiu há 24 anos, quando Dra. Waleska contou com o apoio do então presidente da entidade, Dr. Francisco Ubiratan Dellape, para a concretização do sonho de realizar a primeira edição da Hospitalar.

Emocionada, a homenageada agradeceu a comenda e lembrou o grande apoio que recebeu da Federação naquela época, em especial os conselhos do Dr. Ubiratan, seu eterno amigo. Em seu discurso, Dra. Waleska falou das dificuldades que teve no início da Hospitalar, mas que isso não lhe impediu de criar um evento que reúne entidades, autoridades e profissionais de saúde do mundo todo em um lugar para trocar experiências e buscar soluções para o setor.

A primeira palestra da programação abordou o tema “Judicialização da Saúde”, tendo como palestrante o ministro do STJ, Dr. Ricardo Villas Bôas Cueva. De acordo com o ministro, a intervenção do judiciário é importante, pois o nosso país não possui um sistema que funcione de forma adequada e igualitária para todos os brasileiros. Entretanto, ele reconhece as dificuldades dos juízes, que não possuem conhecimento profundo sobre as questões apresentadas nas ações, e a necessidade do auxílio de autoridades qualificadas da saúde para as decisões serem tomadas da melhor forma.

Em seguida, a palestra “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”, ministrada pelo presidente do Conselho Administrativo da Anahp, Dr. Francisco Balestrin, mostrou como as novas tecnologias contribuem para a qualidade da saúde e para o funcionamento dos estabelecimentos de saúde. De acordo com ele, já podemos perceber o início da mudança no perfil do paciente, que passa a ser uma pessoa mais informada por conta da ampliação do acesso a internet. Além disso, para Balestrin, no futuro os atendimentos home care serão mais comuns e os hospitais passaram a atender casos mais agudos.

A terceira palestra do dia foi sobre “Modelos de Pagamento Baseado em Performance”, ministrada pelo CEO na 2im, César Abicalaffe, que explicou que o modelo atual de remuneração é baeado na execução, quanto mais consultas realizar e quanto complexo for o caso, maior será o seu salário. Mas o mundo está revendo este conceito, passando a focar na qualidade do serviço prestado pelo profissional. Abicalaffe falou sobre alguns modelos de remuneração aplicados em outros países, como Estados Unidos e alguns lugares na Europa, fazendo comparações com o Brasil.

Encerrando o primeiro dia de programação, o deputado federal, Rogério Marinho, relator da reforma das leis trabalhistas, conduziu a palestra com o tema “Modernização das Leis Trabalhistas”. O deputado abordou pontos importantes do projeto, como a jornada 12x36, muito utilizada pelos estabelecimentos de saúde; a autorização para que gestantes e/ou lactantes possam trabalhar em locais insalubres; parcelamento das férias em até três vezes; entre tantos outros pontos. Ao longo de sua palestra, Rogério Marinho fez esclarecimento sobre as melhorias que a modernização irá trazer tanto para o empregado como para o empregador, reforçando que as mudanças não excluem nenhum dos lados.

A diretoria executiva da Fenaess entregou uma placa de reconhecimento ao deputado pelo esforço e dedicação do parlamentar para aprovação da Modernização Trabalhista.